Argentina teme “suicídio espiritual” por causa do fim do mundo O monte Uritorco é um sítio sagrado para os povos originários da região de Córdoba, Argentina. Hoje é uma tradicional...

O monte Uritorco é um sítio sagrado para os povos originários da região de Córdoba, Argentina. Hoje é uma tradicional área de meditação. Mas entre 20 e 22 de dezembro o acesso à montanha de 1.979 metros estará proibido. Gustavo Sez, prefeito da cidade de Capilla del Monte, decidiu fechar todos os acessos ao monte. O motivo é prevenir o que foi divulgado pelo Facebook como “suicídio espiritual em massa”. Centenas de pessoas estão reproduzindo o convite por causa da profecia maia que anunciaria o fim do mundo na próxima sexta (21).
As autoridades temem que realmente ocorra um suicídio em massa. Já existem cerca de 15.000 reservas para pessoas se hospedarem em cabanas e hotéis próximos ao monte esta semana. Todos os anos a cidade recebe milhares de turistas interessados em práticas esotéricas. Acredita-se que no local já foram registradas visitas de OVNIS. “Foi uma decisão de consenso, prevenindo qualquer distorção da profecia maia”, explica Gustavo Sez. O prefeito também disse que essa data é “erroneamente interpretado como o fim do mundo”. Por sua vez, Machenka Jacobella, um dos organizadores do encontro explica: “Fomos inspirados pelo grande chamada deste dia, que muitas pessoas ainda confundem com o apocalipse. Trata-se de uma alternativa para estabelecermos uma nova consciência e ordem.” Com informações do jornal Estado de Minas.
COMPARTILHAR:

+1

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja