Liminar derruba reunião da CGADB de análise de exclusão de Samuel Câmara Justiça proibe reunião da Mesa Diretora da CGADB

ma liminar expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas cancelou a reunião da Mesa Diretora do Conselho de Ética e Disciplina da Convenção das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) que aconteceria nos dias 3 e 4 de janeiro. Nessa reunião a diretoria decidiria o processo interno de nº036/2012 sobre a atitude tomada pelo pastor Samuel Câmara e outros pastores durante a AGE que aconteceu em 2012 na cidade de Maceió. Ao que parece, tanto Samuel como os pastores Jonatas Câmara,
Sóstenes Apollo da Silva e Ivan Pereira Bastos poderiam ser expulsos da Convenção Geral, o que influenciaria diretamente nas eleições da CGADB que tem como candidatos Samuel Câmara e José Wellington Bezerra da Silva, atual presidente que faz parte da Mesa Diretora. Por este motivo, a juíza Ana Maria de Oliveira Diógenes assinou a liminar suspendendo tal decisão para depois da Assembleia Geral Ordinária (AGO) que vai acontecer entre os dias 8 e 12 de abril na cidade de Brasília onde também acontecerá a eleição. Em caso de desobediência, a CGADB deverá pagar uma multa no valor de R$200.000,00, conforme decretado pela justiça.

por Leiliane Roberta Lopes
COMPARTILHAR:

+1

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja