Evangélico, ex-goleiro Bruno lê a Bíblia e chora durante julgamento pela morte de Eliza Samúdio

Evangélico, ex-goleiro Bruno lê a Bíblia e chora durante julgamento pela morte de Eliza Samúdio
O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, acusado de mandar matar a mãe de seu filho, Eliza Samúdio, chorou hoje durante a sessão do júri de seu julgamento.
Bruno, que se identifica como evangélico, segurava uma Bíblia nas mãos e chorou quando a juíza Marixa Fabiane Lopes permitiu a entrada da imprensa no recinto, sendo consolado por seus advogados. De acordo com informações do R7, Bruno está 14 kg mais magro e com aparência abatida.
Durante a sessão, Bruno permaneceu com a cabeça baixa e olhar fixo para o chão, e evitou olhar
para sua ex-mulher, Dayane Rodrigues, também ré no processo.
Em determinado momento, a juíza permitiu que sua atual mulher, Ingrid Calheiros, fosse cumprimentá-lo. A conversa durou aproximadamente três minutos, e ao final, um dos advogados de defesa do ex-goleiro indicou um trecho da Bíblia para leitura, o que o levou às lágrimas.
O júri popular para julgamento do ex-goleiro começou nesta segunda-feira,  às 11h45, em Contagem, MG. Bruno é réu pela morte e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio, além de sequestro e cárcere privado de seu filho, Bruninho, segundo informações do G1.
O início do julgamento foi tumultuado devido a pedidos da defesa e acusação, e a magistrada optou por excluir do processo as fotos pornográficas de Eliza, a pedido da promotoria, e manteve a certidão de óbito da ex-amante de Bruno, contrariando um pedido da defesa do ex-atleta.
O júri deste julgamento é formado por dois homens e três mulheres, e após a apresentação das provas e depoimento das testemunhas, decidirão se Bruno é culpado ou inocente. A definição do tamanho das penas para cada acusação ficará a cargo da juíza do caso.
Por Tiago Chagas
COMPARTILHAR:

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja