Pastora Célia Sakamoto pode ter o cargo de prefeita Cassado

Um grupo de moradores de Itaí (SP) se reuniu no inicio do mês de abril, em frente à prefeitura da cidade de Itai SP, para um manifesto.
Eles reivindicavam soluções para o atraso de cestas básicas e falta de medicamentos, além de pedirem a demissão de alguns funcionários públicos.

Segundo a prefeitura, a entrega das cestas básicas para famílias pobres atendidas pela Assistência Social do município está atrasada desde janeiro, no entanto, o motivo não seria cancelamento ou suspensão. O atraso teria ocorrido porque a empresa responsável pelo serviço teve problema na distribuição. A assessoria da prefeitura afirmou que até o fim desta semana as cestas básicas serão entregues à população.

No manifesto, o grupo pedia também o retorno do ex-prefeito Luis Antônio Paschoal (PSDB), candidato mais votado nas últimas eleições, mas que teve a candidatura cassada pela Justiça Eleitoral, assim como o vice-prefeito Hugo Ferraz.
O grupo também exije o afastamento da prefeita Celia Skamoto.


Com a pendência do candidato junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a administração municipal foi assumida pela Pastora, que foi candidata a vereadora pelo  (PSB), e eleita presidente da Câmara de Vereadores.
 Conforme determina a constituição, na ausência de prefeito e vice-prefeito, o cargo fica interinamente sob a responsabilidade do presidente do legislativo.
Sakamoto está sendo acusada de não comparecer a prefeitura, e deixar que seu esposo administre a cidade em seu lugar., entre outras irregularidades.
O caso está sendo acompanhado pelo TRE.


COMPARTILHAR:

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja