Jovem morta a marteladas pediu oração por trabalho de feitiçaria contra seu esposo

Jovem morta a marteladas pediu oração por trabalho de feitiçaria contra seu esposoJovem morta a marteladas pediu oração por trabalho de feitiçaria contra seu esposo
De acordo com o jornal Extra a bancária Talita Juliane Peixoto Paiva, 24 anos, morta na terça-feira (25) pelo seu esposo, Mario Henrique Rodrigues Lopes, 28 anos, chegou a pedir orações para uma amiga através de uma rede social dizendo que Mario estava sob um “trabalho de feitiçaria”.
“Venho te pedir oração para o meu casamento. Estou vivendo uma batalha espiritual violenta”, escreveu Talita que estava casada há menos de um mês. “Não posso entrar em detalhes agora, mas meu marido está tendo um surto psicótico, tipo esquizofrenia. Ele está possuído há uma semana”.

Amigos e familiares do casal sabiam que Mario estava apresentando um comportamento estranho. Um primo da vítima chegou a afirmar que Mario estava sem comer, sem dormir e sem trabalhar. “É uma coisa inexplicável”, disse Francisco Luciano dos Santos, 39 anos.
Já Ana Kelly de Lima, 34 anos, afirmou que Talita suspeitava que haviam feito um trabalho de bruxaria contra o casal. “Ela escreveu que acreditava que o casal tivesse recebido alguma bruxaria mandada por alguém. Ela dizia que não reconhecia mais ele, com quem já estava havia dois anos”.
O corpo de Talita foi encontrado na terça-feira pela manhã no apartamento do casal localizado na zona Norte do Rio de Janeiro. Uma vizinha disse que o casal discutiu durante a madrugada e que Mario saiu de casa em seguida.

O suspeito está internado no setor de psiquiatria do Hospital Municipal Lourenço Jorge desde que foi capturado por policiais do 19º BPM. Sua internação está sob custódia.
COMPARTILHAR:

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja