Brunno Velasco fala sobre seu primeiro CD

Brunno Velasco fala sobre seu primeiro CDBrunno Velasco fala sobre seu primeiro CD
Carioca de Niterói, Brunno Velasco se converteu no Centro Evangelístico Internacional, no bairro Icaraí, Rio de Janeiro, e dedicou totalmente seu ministério a música. Convidado a ministrar louvor em um culto, Velasco tornou-se ministro de louvor e não parou mais.
Ele conta que anos mais tarde passou a frequentar a Assembleia de Deus em Bonsucesso e ali conheceu Nani Azevedo. Tornou-se guitarrista e começou a tocar com ele: “Conheci o Nani Azevedo e comecei a tocar com ele, como guitarrista. Foi uma experiência incrível. Não demorou muito, me casei e fui morar em Porto Alegre”, conta.

Brunno se prepara para lançar seu primeiro CD que tem produção de Alex Vieira e músicas de Davi Sacer, Asaph Borba, Davi Fernandes, Tony RIcardo, Cláudio Ponce e Julio Figueiró. Conta também com participação especial de Asaph Borba (voz na música “Eis-me aqui”), Carlos Maranhão (guitarra solo na música “Vencedor”) e Ricardo Soares (guitarra solo na música “Me fez livre” e “Luz da tua voz”).
Brnno falou com exclusividade ao Gospel Prime sobre seu ministério e os preparativos para o lançamento de sue primeiro trabalho:
Como começou o Ministério Brunno Velasco?
Eu me converti no Centro Evangelístico Internacional no bairro Icaraí, Em Niteroi/RJ. Foi a musica que me levou a ir pra igreja. Ali me firmei e comecei no louvor como guitarrista. Aprendi muito naquele lugar. Foi uma bela escola pra mim. Além dos cultos tradicionais como os de terça, quinta, sábado e domingo, comecei a ir nos cultos de quarta da irmã Sara, pra tocar violão. Um dia, o ministro de louvor não pôde ir, e eu fui convidado pra cantar. Desse dia em diante, a paixão em ministrar louvores só aumentou e não parou mais. Comecei a ministrar em muitas igrejas desde então. Depois de uns anos, estava frequentando a Assembleia de Deus em Bonsucesso do Pastor Jaime Soares, que uma vez foi pastor do CEI em Icaraí. Conheci o Nani Azevedo e comecei a tocar com ele, como guitarrista. Foi uma experiência incrível. Não demorou muito, me casei e fui morar em Porto Alegre, pois a minha esposa é gaúcha e no sul o ministério só cresceu. Hoje continuo fazendo parte da Assembleia de Deus, mas agora na Morada do Vale I, Gravataí, com o pastor Oseias dos Santos.
Quando será o lançamento do seu primeiro trabalho?
O primeiro CD, que tem o título “Me fez livre” (também é a música de trabalho), será lançado oficialmente na FIC – Feira Internacional Cristã, onde estarei com um stand e farei um pocket show no dia 19/7, as 11 horas na Arena.
Como foi a gravação deste primeiro CD?
Assim como todo projeto de Deus, foi um grande desafio. Sempre tive o sonho de gravar um CD. Meus pais me influenciaram na música desde pequeno. Eu tinha poucas músicas e não sabia como poderia fazê-lo. Conheço o Asaph Borba há algum tempo e o mesmo me apresentou o Davi Sacer e ficamos amigos. O Davi me deu uma música que me inspirou a dar continuidade ao sonho de gravar o CD. Hoje o CD conta, além de músicas próprias, com músicas compostas por grandes nomes como o próprio Davi Sacer, Davi Fernandes, Tony Ricardo e regravações do Asaph Borba, Julio Figueiró Junior e Claudio Ponce.
O CD tem a produção do Alex Vieira entre algumas guitarras e teclados. E uma grande honra de ter tido músicos como Daniel “Kbça” Nunes (bateria), Giba Conceição (baixo), JB Santos (violão), Saimon Saldanha e Samuel Oliveira (piano e teclado) e inimagináveis solos de guitarra em algumas músicas de Carlos Maranhão (Tagima e Gabriela Rocha) e Ricardo Soares (Tagima)
Terá alguma canção conhecida?
“Eis-me aqui”, do Asaph Borba, “Espírito”, do Julio Figueiró Junior e “Eu era como o vento”, do Claudio Ponce.
O que o público pode esperar do lançamento deste CD?
Com certeza um CD feito com muito carinho e em cima de muitas orações. Um sonho de um menino, roqueiro, que queria viajar com suas músicas, mas que hoje só quer que sua música influencie e ajude a salvar almas para o Reino de Deus.
Como você tem se preparado para este trabalho?
Nunca orei e jejuei tanto (risos). A excelência de um projeto feito pra Deus tem que ter uma entrega total. Jejum e oração são coisas que não se pode deixar pra segundo plano. O apoio da minha esposa, Raquel e de minha família são fundamentais. Em tudo que agradeço a Deus, pois o sustento dEle e o Seu amor é tudo em minha vida.
Podemos esperar alguma participação de Davi Sacer cantando no seu CD?
Infelizmente não. O Davi compôs uma linda música chamada “Meu Amado” que gravei em meu CD. Quem sabe um dia isso não acontece, né?
Você já tem alguma agenda em mente com este primeiro CD?
Já estou ministrando em algumas igrejas por conta do CD e a agenda está aberta pra todo Brasil.
Nesse trabalho haverá participações de alguns músicos do Tagima Dream Team. Como foi gravar com esses guitarristas consagrados?
Como eu também sou guitarrista fiquei muito feliz e satisfeito com a qualidade e competência desses dois grandes feras da guitarra, Carlos Maranhão e Ricardo Soares. Fui realmente contemplado com seus timbres.
Sou amigo do Maranhão há muitos anos. Eu nem era da igreja ainda e já tínhamos nossas bandas de Heavy Metal, cabelos enormes e muita vontade de aprender a tocar. Quando vi a conversão do Maranhão já fiquei imaginando tocar com ele novamente só que com uma nova visão, em um novo tempo. E isso aconteceu!!!
Como eu desenvolvi o aplicativo do Maranhão, o Ricardo Soares me procurou para que desenvolvesse o aplicativo dele também. Assim ficamos amigos e o convidei para fazer alguns solos. E o resultado de tudo isso você verá no CD.
Você começou a carreira como guitarrista do Nani Azevedo e do Felippe Valadão. Qual é o peso de já começar ao lado desses grandes nomes da música gospel?
Conheço o Felippe há muito tempo também. A igreja CEI em Icaraí foi uma grande escola pra mim. Ele ministrava e eu tocava guitarra e a presença do Senhor era incontestável. Ele é um grande ministro.
Depois fui para a AD Bonsucesso do Pr. Jaime Soares e conheci o Nani, que é uma grande pessoa. Os louvores entoados por ele só podiam vir do Espírito Santo. Fui muito feliz e contemplado em tê-los como ministros em minha trajetória. Eu aprendi muito com tudo isso.
Acompanhe a agenda de Brunno Velasco em: www.brunnovelasco.com.br.
COMPARTILHAR:

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja