“Quando for prestar contas, Deus vai ficar contente”, diz Paulo Maluf

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), 82 anos, participou do programa Amauri Jr, na Rede TV!, e disse que não se envergonha de sua atuação política.
Possível candidato em 2014, ele tentará se reeleger como deputado federal, Maluf disse que é católico e que tem tanto orgulho do que tem feito como político e que quando chegar no céu, Deus ficará contente.
“Tenho orgulho de ter feito o que fiz, sou cristão, católico e tenho certeza que quando for prestar contas, Deus vai ficar contente”, disse o político.

A trajetória de Paulo Maluf na política é rondada por diversas polêmicas, sempre envolvendo denúncias de lavagem de dinheiro, corrupção, formação de quadrilha e crime contra o sistema financeiro.
  
Em 2005 ele chegou a ficar 40 dias preso por conta dessas denúncias, mas ao ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal, Maluf conseguiu a liberdade por conta de seu estado de saúde.
Em 2006 o nome de ex-governador de São Paulo voltou a aparecer nos noticiários, pois suas contas bancárias foram bloqueadas pela polícia da Ilha de Jersey, famoso paraíso fiscal no canal da Mancha.
Em março de 2010, ano eleitoral no Brasil, Paulo Maluf teve seu nome incluído na difusão vermelha da Interpol a pedido dos Estados Unidos. Em 2012 o nome do deputado apareceu na lista do Banco Mundial com 150 nomes de pessoas ligadas a casos de corrupção internacionais.
O programa com a participação de Maluf foi ao ar nesta quinta-feira (14) pela Rede TV!.
COMPARTILHAR:

+1

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja