Globo impede profissionais de citarem o nome da Igreja Universal

Globo impede profissionais de citarem o nome da Igreja UniversalGlobo impede profissionais de citarem o nome da Igreja Universal
Os apresentadores do Bom Dia São Paulo, programa da Rede Globo, tiveram que usar a expressão “templo evangélico” paranoticiarem o acidente que aconteceu no Templo de Salomãona manhã desta terça-feira (19).
A emissora carioca, principal concorrente da Rede Record, teria proibido seus funcionários de citarem o nome da Igreja Universal do Reino de Deus, fato não confirmado pela assessoria da Globo.
Ao falar sobre a batida de um ônibus que acabou atingindo e ultrapassando as grades do megatemplo, os apresentadores não mostraram a imagem completa do Templo de Salomão e falaram apenas que um “ônibus ficou preso na grade de um templo evangélico”.
O site Notícias da TV chegou a perguntar para os profissionais da Globo se há uma ordem expressa para evitar o nome da Igreja Universal e de seu mais novo templo que tem espaço para receber 10.000 pessoas. A resposta foi que é para falar o nome da igreja “quando realmente for necessário”. A própria emissora, por meio de sua assessoria se limitou a dizer que não há proibição em relação à IURD.
Ainda de acordo com o site Notícias da TV a Globo não fez a cobertura da inauguração do Templo de Salomão, usando apenas 27 segundos do Bom Dia São Paulo do dia 1º de agosto para citar a presença da presidente Dilma Rousseff e do governador Geraldo Alckmin no evento.
Durante a inauguração da mega igreja, no dia 31 de julho, o bispo Domingos Siqueira, mestre de cerimônia, agradeceu a presença de todas as emissoras de TV que estavam do lado de fora do templo fazendo a cobertura do evento, ao falar nome por nome dos canais, Siqueira não citou o nome da Rede Globo.
COMPARTILHAR:

+1

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja