Pastor mostra erros teológicos na canção Raridade, de Anderson Freire

Sucesso nas rádios de todo o país e também nas igrejas evangélicas, a canção “Raridade”, escrita e cantada por Anderson Freire tem erros teológicos segundo o pastor Ildo Melo que analisou a música e realizou uma pregação a respeito da mesma.
Melo começou a análise contestando a frase “O pecado não consegue esconder/ A marca de Jesus que existe em você”. Na visão dele é um erro afirmar tal coisa, pois dá a entender que não importa se você continuar pecando.
“Não sei se você consegue captar o perigo que está por trás disso”, disse o pastor para os fiéis que acompanhavam o culto. “Há um determinismo aqui muito forte”, disse ele analisando a frase seguinte que diz: “O que você fez ou deixou de fazer/ Não mudou o início, Deus escolheu você”.
Na visão dele esse pensamento é perigosíssimo e então ele cita Romanos 8:13 para provar que as obras da carne, o pecado, importa sim e que pode levar o homem para o inferno. O pastor também cita Isaias 59:2 que fala sobre as iniquidades que separam o homem de Deus.
“Essa história de que o que eu faço ou deixo de fazer não importa é uma balela”, conclui o religioso citando outros trechos bíblicos que falam sobre a santificação que é necessária para ver a Deus.
Outro trecho contestado por Ildo Melo é o que diz “Você é um espelho que reflete a imagem do Senhor/ Não chore se o mundo ainda não notou”. O pastor questiona a frase porque os frutos do Espírito são visíveis e a Bíblia narra que as pessoas eram reconhecidas por serem semelhantes a Cristo.
“Não tem dessa não, que conversa furada”, diz ele que cita Filipenses 4:5 para mostrar que os frutos do Espírito têm que ser notório na vida dos creem em Jesus Cristo.
O pastor também falou a respeito do trecho “Se você desistiu, Deus não vai desistir / Ele está aqui pra te levantar se o mundo te fizer cair”, citando trechos bíblicos onde mostra ser necessário perseverar até o fim para ser salvo, sem negar a Deus para não sermos negados por Ele.
“O mundo não nos faz cair, parece que o ser humano é o João bobo, que um empurra para um lado e outro para o outro”, diz o pastor ensinando os fiéis a resistirem ao diabo e vencerem o mundo. “Que história é essa de crente refém do mundo?”, questiona.
“Essa canção me aborreceu muito essa semana, ela é muito bonita, mas tem muita coisa estranha. Não estou dizendo que a pessoa que compôs é um apostata ou um herege”, encerra ele.


fonte Gospel Prime 
COMPARTILHAR:

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja