Atleta dá testemunho de Cristo a 100 milhões de chineses

Atleta dá testemunho de Cristo a 100 milhões de chinesesAtleta testemunha Cristo a 100 milhões de chineses
Se no Ocidente o público já está acostumado a ver atletas profissionais dando graças a Deus após alcançarem vitorias esportivas, na China isso é proibido.
Contudo, em um programa de TV transmitido ao vivo para mais de 100 milhões de chineses, o jogador da NBA Jeremy Linfalou sem reservas sobre sua fé cristã. Disse acreditar que o verdadeiro sucesso só é encontrado quando a pessoa compreende o amor de Deus.
Nascido nos EUA, filho de imigrantes chineses, o jogador de basquete de 27 anos participava de um evento de caridade chamado “além dos sonhos”. O objetivo era arrecadar dinheiro para crianças com necessidades especiais em toda a China.
Muito aplaudido, Lin se juntou a outros atletas e artistas famosos na transmissão para a China continental, além de Hong Kong e Taiwan. Além de revelar que fizera uma doação, começou a contar sobre os sonhos que tinha.
“Acho que hoje as pessoas olham para mim como uma pessoa bem-sucedida”, afirmou. “Na escola eu ganhei um campeonato estadual, fui para Harvard fazer faculdade, e depois de me formar fui jogar na NBA”.
Revelou ainda que seus primeiros anos na liga de basquete mais famosa do mundo o fizeram uma pessoa popular, mas que o sucesso do mundo é “vazio”.  Explicou que sempre que alcança algum sucesso, acaba simplesmente substituindo aquilo por outro alvo maior.
Após um início promissor na equipe Knicks, de Nova York, seu rendimento caiu e ele acabou indo para times menores. Embora continuasse ganhando milhões de dólares, afirma que só agora descobriu o verdadeiro sentido de sucesso.
“Todos nós precisamos de amor. Acho que na temporada passada, a única coisa que sobrou foi que eu realmente senti o amor de Deus por mim”, disse Lin. O público aplaudiu entusiasmadamente. “Deus sempre demonstrou seu amor por mim… durante toda a minha vida”.
O jogador continuou falando do amor de Deus, algo muito raro na televisão chinesa, um país oficialmente ateu. Citando o que chama de “plano divino perfeito”, comentou sobre sua vida de oração e a paz que experimenta na comunhão com Deus. “Minha resposta ao amor de Deus… é que ele me fez começar a amar as outras pessoas “, enfatizou.
Sem ter sua fala cortada, narrou algumas experiências pessoais e encerrou dizendo: “Independentemente do que você faz ou onde a vida leva você, o sucesso não está no que você realiza. O verdadeiro sucesso é o amor. Conhecer o amor de Deus e espalhar esse amor aos outros.”. Com informações de Gospel Herald
COMPARTILHAR:

+1

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Não Consegue Ouvir ?

Participe Por SMS



Igreja